Final de semana em Joinville

Para continuar o clima de Santa Catarina no blog, vou contar como foi meu final de semana em Joinville.

Joinville

Como chegar

Joinville tem aeroporto próprio. É bem pequeno, mas tem voos diários diretos de Congonhas. Eu e mais dois amigos aproveitamos uma promoção da Latam e fomos sábado de manhãzinha e voltamos no domingo à tarde.

Onde ficar

Ficamos no Joinville Hostel. Reservei um quarto privativo com banheiro, achei muito bom. O quarto era espaçoso, tinha ar condicionado e o banheiro era bem bonzinho. O wifi funcionava bem e os funcionários eram muito simpáticos. O café da manhã tinha bastante variedade comparando com outros hostels que já fiquei. Cada hóspede recebe um pratinho com frios, iogurte e gelatina. Tem pães, bolos, cereais, geleias e manteiga a vontade.

Hostel Joinville

Cafe Hostel Joinville

O que fazer em um final de semana em Joinville?

Utilizamos como base um post ótimo do blog Casa de Doda. Fizemos toda a parte central a pé, subimos no morro do mirante de ônibus e utilizamos Uber para ir pro Moinho e ir e voltar do aeroporto.

Mirante de Joinville

Subimos o Morro Boa Vista de ônibus. A distância é pequena, mas é bem íngreme. Ainda tem uma escadaria no final. Também tem uma trilha legal de fazer no meio do mato.

Mirante Joinville
Mirante de Joinville – Morro Boa Vista

Horários dos Ônibus para o Mirante
Igreja da Paz

Estava fechada no sábado, não conseguimos entrar e tiramos foto apenas do portão.

Igreja da Paz
Mercado Público

O Mercado Público Municipal de Joinville é bem pequeno, tem algumas lojinhas, restaurantes e uma peixaria.

Mercado Municipal de Joinville
Andamos pelas margens do rio para chegar no Mercado, é bem bonitinho.

Museu da Imigração

A visitação ao museu é gratuita, a casa principal tem poucas coisas para ver, apenas 2 salas. Nos fundos tem um galpão com carroças e uma casa típica de um imigrantes. O monitor era muito simpático e nos falou bastante sobre a região.

Rua das Palmeiras

A rua mais bonita da cidade.

Catedral de Joinville

Não chegamos a entrar na catedral, apenas passamos em frente.

No domingo pegamos um Uber e fomos para os lados do Pórtico de entrada da cidade.

Pórtico

Moinho Opa Bier

Mais uma filial da Opa Bier na região do pórtico e do moinho.

Parque de Exposições Expoville

O parque é bem pequeno, mas bonitinho de visitar. Tem um pavilhão com várias lojas de artesanato, compramos várias lembrancinhas.

Onde comer (e beber)

Fomos em um dos bares da Cervejaria Opa espalhados pela cidade. Existem várias opções inclusive na mesma rua. Fomos no Opa Parque que tem um sistema de cartão e container que eu achei muito legal. Você carrega este cartão com um valor em reais e pode ir se servir em um container com diversas bicas (neste que fomos tinham 8 tipos de cerveja) que medem a quantidade em mililitros e já descontam o valor correspondente do cartão. O preço por litro estava em R$16 em jan/2018. O cartão é pessoal e você pode utilizar em outras unidades.

Padaria Villa 2 – tomamos café da manhã no sábado nesta padaria. Muito boa e bem carinha.